Conheça os melhores tratamentos para dependentes químicos

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Lidar com um usuário de drogas ou dependente químico é uma questão muito delicada. Ainda assim, é importante tentar compreender que a dependência química é uma doença progressiva e faz com que o dependente de substâncias perca o domínio do uso e, consequentemente, perca também aos poucos, o controle emocional, físico e psíquico. Dessa forma, é necessário buscar ajuda.

O tratamento para dependentes químicos inclui diferentes métodos e intervenções com a intenção de proporcionar um processo de reabilitação mental e física para que eles possam melhorar seus relacionamentos interpessoais e qualidade de vida. Os tratamentos variam de acordo com o paciente, pois cada um possui uma necessidade a ser tratada.

Para iniciar o tratamento, é recomendado procurar uma clínica de reabilitação que ofereça todos os recursos necessários em conjunto a uma equipe multidisciplinar capacitada para tratar pacientes e incentivar o bem-estar de suas famílias e amigos. 


Conheça as melhores alternativas para auxiliar um dependente químico nesse combate contra os estimulantes. Confira!

Clínica de reabilitação

A escolha de tratamentos para dependência química se inicia com uma cautelosa análise feita por uma equipe multidisciplinar, que deve examinar as particularidades de cada circunstância. Depois disso, é planejada uma estratégia de tratamento específica, que deve ser revisada regularmente,  para assim atender às necessidades do paciente e a sua recuperação como um todo.

Os obstáculos principais para buscar ajuda especializada são a dificuldade de admitir a doença, a falta de apoio da sociedade, família e amigos. Além do mais, muitas vezes familiares e amigos não sabem o que fazer para ajudar um dependente químico ou não conhecem a efetividade de tratamentos especializados. Existem diversas opções de tratamento, entre elas estão o tratamento voluntário e involuntário, para idosos, para menores, para homens, somente para mulheres ou mista, entre muitas outras. 

As clínicas de reabilitação trabalham para desenvolver o autoconhecimento utilizando soluções terapêuticas, o paciente também passará por um processo de reeducação alimentar, desintoxicação e restauração física e mental. O preço varia de acordo com a clínica e o tratamento escolhido, existem algumas clínicas que aceitam convênio ou tem parceria com a prefeitura para custear esse tipo de tratamento, você precisa confirmar com a clínica e com o seu município se é possível.

 A duração do tratamento também varia, e será avaliado por uma equipe multidisciplinar, o tempo pode chegar até 180 dias, dependendo do caso. A família é autorizada a acompanhar o tratamento do paciente de perto, podendo realizar visitas regularmente de acordo com as regras de cada instituição, para que assim a pessoa a ser tratada se sinta mais confortável.

Para poder esclarecer essas dúvidas, confira abaixo alguns tratamentos básicos contra a dependência química.

O que você precisa saber antes de iniciar o tratamento

É extremamente importante que a clínica escolhida para realizar o tratamento informe sobre a evolução do paciente regularmente. Grande parte das clínicas de reabilitação se baseiam em programas de simulação chamado NA e AA, reconhecidos no mundo todo por oferecer um programa de recuperação com eficiência. O padrão conta com terapias, atividades físicas, desintoxicação, reeducação alimentar,reuniões em grupo,atividades espirituais, entre outras.

Vale ressaltar que a clínica selecionada precisa atender todos os requisitos necessários e seguir as regras e legislações federais, estaduais e municipais. Cabe somente a você escolher uma por uma instituição de baixo, médio ou alto padrão.

A clínica precisa oferecer espaços amplos e suportar acomodações individuais ou coletivas, um cronograma de atividades diariamente e também atender um plano personalizado de acordo com as necessidades do paciente. Também é importante que a equipe acompanhe o paciente em todas as atividades oferecidas. Caso o paciente necessite de medicamentos, isso deve ser feito apenas sob uma avaliação e com prescrição médica. 

As clínicas de reabilitação oferecem apoio emocional, físico e psicológico nesse momento tão delicado, fale conosco e saiba mais!

Confira algumas Alternativas para Tratamento de Dependência Química

Desintoxicação

A desintoxicação é um processo importante para reestruturar algumas funções metabólicas afetadas pela toxicidade. A desintoxicação é o estágio inicial para dependentes químicos e o tempo de duração pode levar entre 20 a 45 dias. A ideia é tratar o que leva o paciente a usar essas substâncias, apesar de saber que o uso pode trazer consequências negativas.

Nessa etapa, o apoio dos amigos e familiares é muito importante para que o paciente possa ter força psicológica para continuar a sua recuperação.

Acompanhamento terapêutico 

Esse método de tratamento tem o objetivo de promover o autocontrole e a reinserção social do paciente. Diferentes abordagens psicoterapêuticas têm sido eficientes no tratamento da dependência química, entre elas estão a psicanálise, a terapia cognitivo-comportamental, a terapia coletiva e a terapia ocupacional. Esse tipo de tratamento visa a solução de problemas, a mudança de comportamentos e auxilia no desenvolvimento de novas concepções sobre si mesmo e o mundo como um todo. A opção por essa modalidade depende dos sintomas, do grau de evolução da doença, entre outros fatores.

Moradia assistida

Atualmente, as clínicas de reabilitação aumentaram os tratamentos para quem está tendo dificuldades de vencer essa batalha sozinho. Sendo assim, a moradia assistida é importante para que o paciente receba o apoio necessário para superar vício. Um dos objetivos desse método é afastar o paciente de lugares e pessoas que possam o incentivar a usar drogas.e recomendado para pessoas que já estão em processo de recuperação.

Em resumo, a moradia assistida e uma residência que fará todo o acompanhamento dos pacientes, é uma opção mais voltada para adultos e jovens maiores de 18 anos, e também para pessoas que já concluíram outro tratamento em uma clínica de reabilitação. Essa opção é voltada somente para pacientes voluntários, e o paciente precisa estar sem usar substâncias químicas por no mínimo dois meses. A moradia assistida conta com muitas atividades em grupo e o tempo de permanência pode chegar até 6 meses.

Tratamento hospitalar

Quando o dependente químico apresenta uma ameaça a si e aos outros, ou quando apresenta comportamentos agressivos e pensamentos suicidas, é recomendada a internação hospitalar por ser mais restritiva. Nessas situações, a gravidade do problema requer um monitoramento permanente pela equipe multidisciplinar do local.

Nessa opção de tratamento, o acompanhamento de familiares, somente de forma monitorada, é requisitado dependendo da necessidade. Esse tipo de tratamento pode ser voluntário ou involuntário.

Ibogaína

A ibogaína é uma raiz de origem africana e está relacionada ao tratamento de dependentes químicos. É um tratamento realizado à base de substâncias de uma planta e tem apresentado ótimos resultados. Alguns estudos apontam uma grande eficiência no processo de recuperação dos dependentes feito à base de ibogaína, a taxa de eficácia é de 80%, enquanto outros métodos convencionais apresentam uma taxa de apenas 5%. No Brasil, pesquisadores da Unifesp testaram a planta em 75 pacientes: o processo levou um ano, e no final 72% estavam longe de substancias químicas. Comparado com os tratamentos convencionais.

O tratamento com ibogaína ainda não está autorizado pela ANVISA, por esse motivo é importante realizar o tratamento em uma clínica especializada no assunto, e também é necessário realizar uma série de exames para garantir o sucesso desse método, de acordo com pesquisas esse tratamento é muito promissor. A ibogaína faz uma limpeza interna, transmitindo endorfina, serotonina e dopamina, que são responsáveis pelo bem-estar, o que diminui a fissura do dependente e a sensação de abstinência.

Há diversas opções de tratamento em clínicas e Home care, entre em contato conosco!

Para iniciar e escolher o tipo de tratamento, o paciente deverá procurar um médico para avaliar o seu quadro, que decidirá qual método será mais eficiente para cada um.


Call Now Button