Existe remédio para parar de usar drogas?

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Tratar a dependência química é uma barreira muito grande para muitas pessoas. Para alcançarmos um bom resultado na recuperação de dependentes químicos, muitas vezes, o tratamento inclui medicação para parar de usar drogas, é importante estar atento à escolha do mesmo. 

Exatamente por isso, nós preparamos esse post para mostrar que existe remédio que pode ajudar no tratamento de dependentes químicos, e também explicaremos o assunto mais a fundo.

Se caso você ou alguém que você conheça quiser tratar algum vício, preste bastante atenção nesse post e saiba como conseguir passar por essa fase tão delicada. Vamos começar?

 

Como consiste o tratamento contra dependência química utilizando remédios?

Para conquistar um tratamento eficaz contra dependência química e alcoolismo de uma pessoa, o modo de abordagem profissional é uma etapa muito importante e deverá ser multidisciplinar. Sendo assim, além da psicoterapia, da terapia ocupacional e de uma assistência social, que estão incluídos no tratamento, muitas vezes, também é necessário o uso de medicação dependendo da necessidade do paciente e do grau da doença. Esses medicamentos específicos ajudam o paciente a não sofrer sintomas fortes de abstinência no período de  tratamento da desintoxicação, sintomas esses que podem ser: tremores, alucinações, taquicardia, entre outros. Esses sintomas agem como se fossem uma resposta do próprio organismo depois de se acostumar com o uso da droga, e se não houver a atenção necessária, o paciente tende a voltar a utilizar drogas só para não sentir os sintomas.

Nesse caso,é muito importante a dedicação por parte dos profissionais de saúde que estejam responsáveis pelo tratamento, pois precisam acompanhar de perto a evolução do paciente, e auxiliar na sua reintegração emocional. Além disso, o paciente precisa receber a medicação nos horários corretos e receber total apoio, fazendo com que desta forma, quando o tratamento finalizar, o dependente não venha a ter algum tipo de recaída.

Afinal, existe remédio para parar de usar drogas?

Antes de mais nada, é essencial que qualquer tratamento seja feito apenas através de uma clínica de reabilitação confiável, com equipes especializadas para acompanhar cada caso. Nunca tente indicar ou tomar algum remédio sem a consulta prévia de um médico.

Existem algumas alternativas de remédios para inibir a vontade de utilizar substância viciantes e que auxiliam no tratamento contra dependência química, mas um em específico tem ganhado grande destaque nos últimos anos devido a sua alta taxa de eficiência.

Esse remédio é popularmente conhecido como ibogaína, que é uma das substâncias localizadas na raiz de uma planta africana. Esse remédio vem sendo bastante estudado porque o tratamento com essa medicação tem apresentado resultados muito bons. Foi constatado que no processo de recuperação dos dependentes feito à base de ibogaína, a taxa de eficácia foi de 80%, enquanto outros métodos convencionais apresentaram uma taxa de apenas 5%.

O tratamento com ibogaína realiza uma espécie de desintoxicação, produzindo o hormônio GDNF, o que causa a regeneração do tecido nervoso e ajuda a estimular a criação de conexões neurais. Mas não é só isso, a ibogaína também interrompe permanentemente a intensidade dos sintomas de abstinência que acontecem na ausência da droga.

O Tratamento utilizando Ibogaína é bem rápido e dura em média 5 dias, podendo variar de acordo com as necessidades do paciente. Mas há um porém, esse tratamento só deve ser realizado com médicos autorizados e com a realização de exames.

Como a ibogaína funciona em tratamento para dependentes químicos?

A ibogaína é localizada na África central, e a extração do caule da raiz resulta em puro hidrocloreto de ibogaína. Quimicamente conhecido como  12-metoxibogamina, que nada mais é do que uma enzima que estimula e age no sistema nervoso central.

Nenhum outro método de tratamento através de medicamentos tem atingido tanta extensão, considerando que a ibogaína também atua em níveis neurológicos, psicológicos, fisiológicos, espirituais e comportamentais.

De um modo geral, de acordo com vários relatos de diversos pacientes que foram tratados com esse remédio para parar de usar drogas, a ação da ibogaína pode ser separada em 3 etapas:

1- Nessa primeira fase, o paciente experiência uma situação muito semelhante de um sonho, onde é possível experimentar apresentações visuais e pensamentos que podem estar relacionados com o passado.

2- A segunda etapa é considerada pelos pesquisadores como cognitivo, um período mais intelectual. Onde as experiências da fase anterior são avaliadas, e a pessoa toma consciência das consequências de usar droga.

3- E por fim, na fase final, o paciente passa por  um estímulo residual que provavelmente irá resultar em sono. Após esse sono profundo, quando o paciente despertar, aquele desejo por consumir drogas das quais estava dependente diminuirá, ele provavelmente não vai mais sentir aquele desejo incontrolável de usar substâncias químicas.

 

É importante lembrar que tudo isso serve como fonte de informação, precisamos compreender que a dependência química não é um hábito simples, mas sim um vício, e é considerada uma doença que causa danos progressivos e pode ser fatal. E o primeiro passo é o tratamento

A medicação depende do quadro de cada paciente, é apenas uma das etapas de um longo processo de recuperação, é extremamente importante buscar ajuda profissional de uma clínica de reabilitação segura.

 

 

Call Now Button