Como lidar com problemas de ansiedade e depressão

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Muitas pessoas que sofrem de ansiedade ou depressão sabem que os sintomas de cada uma delas nem sempre estão bem definidos. Por exemplo, esses sentimentos podem estar meio ocultos. Sintomas comumente sobrepostos de ansiedade e depressão incluem dificuldade de concentração, problemas de sono, cansaço e perda de interesse em atividades anteriormente apreciadas.

Nem sempre é tão fácil assim saber qual situação está causando os sintomas. Em diversos casos, as pessoas parecem ter problemas de ansiedade e depressão. Eles podem não saber se estão lidando com ansiedade, depressão ou ambas. Uma razão para essa desordem  é a capacidade de cada condição.

Às vezes pode ser difícil realizar a identificação dos sintomas ou causas e em algumas vezes, não é necessário. Mas aprender a conhecer as causas mais básicas dos seus sintomas pode ajudá-lo a encontrar o melhor tratamento. Uma razão mais profunda de sua vivência também pode ajudá-lo a ter mais expectativa de buscar ajuda.

Principais diferenças entre Ansiedade e Depressão

A ansiedade é uma sensação de preocupação. Pode ocorrer por si só ou ser desencadeado por certos eventos ou fatores. Os sinais físicos geralmente são os que as pessoas mais sentem, geralmente incluem falta de ar e músculos tensos. Pessoas que lidam com ansiedade às vezes têm ataques de pânico, palpitações cardíacas e tonturas.

ansiedade

A depressão é uma desânimo prolongado ou perda de interesse em atividades que antes eram agradáveis. É identificada por baixa força, sentimentos de baixa autoestima e, às vezes, pensamentos auto destrutivos.

Os sintomas que se ficam entre a ansiedade e depressão geralmente têm origens diferentes. Quando uma pessoa tem ansiedade, o sintoma pode fazer com que a mesma se afaste  de qualquer atividade e também fique longe de qualquer tipo de ambiente social, isso geralmente acontece porque a pessoa se sente em pânico. A depressão pode fazer com que alguém se retraia de maneiras semelhantes. No caso de depressão, a retirada pode ser devido à perda de interesse na atividade.

Cansaço ou perda de energia são outros sintomas frequentes e associados à depressão. A ansiedade também pode causar a perda de energia, que pode causar uma sensação de exaustão extrema. Esse cansaço costuma ser causado por padrões de pensamento ansiosos, pensamentos obsessivos ou ruminação. No caso de depressão, é mais provável que ocorra perda de energia como sintoma primário.

Esses sintomas podem ter causas muito diferentes. Algumas abordagens podem ser primordiais para lidar com essas causas.

Sinais de ansiedade pode ser a causa

Se você está sentindo a maioria desses sintomas, você pode estar tendo ansiedade:

  • Mãos e pés, suado, adormecido ou formigando
  • Falta de ar
  • Palpitações cardíacas
  • Pensamentos descontrolados
  • Boca seca
  • Náusea
  • Tontura

Ser identificado com um transtorno de ansiedade também pode significar que a ansiedade é a razão raiz do problema. Por exemplo, alguém que tenha ataques de pânico ou ansiedade social ainda pode ter sintomas de depressão. Isso pode fazer com que alguém se afaste da vida, dos relacionamentos ou dos ambientes sociais. Esse comportamento pode desencadear sentimentos de desesperança e solidão, que podem simular depressão.

A ansiedade também pode ter uma causa mais provável

As pessoas que possuem depressão também podem ter alguns sentimentos de ansiedade, geralmente os dois tipos de transtorno vem juntos. O termo para isso é “angústia ansiosa”. É sempre caracterizada por sensações de tensão, agitação e dificuldade de concentração. A sensação de desilusão pode surgir com a depressão e pode causar preocupações com o futuro. É importante procurar tratamento nesses casos.

Sinais de depressão podem ser a causa 

A depressão é definida  como transtorno depressivo. Um sinal importante de depressão são os episódios depressivos maiores. quando isso acontece, os sintomas de depressão se tornam mais graves limitando o funcionamento diário. 

Outros sinais de depressão: 

  • Sentimentos de intensa tristeza
  • Dormindo demais
  • Fadiga ou sensação de estar “sobrecarregado”
  • Sentimentos de desesperança ou culpa
  • Processos de pensamento lentos
  • Pensamentos de morte ou suicídio

Alguns tipos de depressão são mais fáceis de se notar. Por exemplo, a depressão causada por um determinado evento de vida pode ser fácil de identificar. A depressão pós-parto, que ocorre após o parto, ou transtorno afetivo sazonal (TAS), inclui sintomas de depressão que têm desencadeadores distintos.

Pessoas que sofrem principalmente de ansiedade também podem ser diagnosticadas com uma dessas condições depressivas. Nesses casos, as condições seriam vistas como concorrentes ou comórbidas. Este termo é o mais usado quando duas situações  isoladas estão presentes.

A experiência de oscilar entre a ansiedade e a depressão pode ser frustrante. Pode parecer uma fase negativa no qual a estabilidade é muito necessária.

ansiedade

A depressão também pode ser uma causa mais provável se:

Se uma pessoa só foi diagnosticada com ansiedade, ela ainda pode mostrar sinais de depressão. Pessoas com ansiedade podem gastar muito de sua energia preocupando-se. Esses pensamentos podem deixar as pessoas com pouca energia para a realização de tarefas diárias ou hobbies. Quando a ansiedade causa sobrecarga ou esgotamento, pode começar a se parecer com depressão.

A experiência de oscilar entre a ansiedade e a depressão pode ser frustrante. Você pode sentir uma energia muito negativa ao lidar com esses sentimentos, mas buscar o equilíbrio é fundamental, mas que para a maioria das pessoas é bem difícil de atingir.

Eu tenho ansiedade e depressão?

Pode ser difícil saber se você possui ansiedade ou depressão, pois eles são muito semelhantes. Em um estudo, 72% das pessoas com ansiedade generalizada tinham histórico de depressão. Enquanto isso, apenas 48% das pessoas com depressão tinham histórico de ansiedade. Pesquisas indicam que a ansiedade e depressão são muito mais comuns do que se poderia pensar antigamente. 

O estudo também aponta que a comorbidade pode ser cumulativa. Isso significa que uma pessoa pode sentir ansiedade e depressão em diferentes fases da vida. Alguns especialistas sempre falam que a ansiedade em uma fase  jovem pode aumentar a chance de sofrer uma depressão no futuro. Mas a depressão também pode preceder a ansiedade.

Quando você está confuso sobre os seus sintomas

Perguntas ou preocupações sobre depressão e ansiedade devem ser encaminhadas a um profissional de saúde mental de confiança. Os especialistas possuem total treinamento para realizar a identificação das possíveis raízes dos problemas.

Discutir seus sintomas durante a terapia pode ajudá-lo a descobrir a origem do problema que o levou a procurar ajuda. A partir do momento em que o problema é identificado é possível entender formas de gerenciá-lo.

A psicoterapia pode ser útil para identificar a causa de certos sintomas. Um especialista na área pode ajudar a descobrir os sintomas e analisar o que pode estar causando esses sintomas.

Caso você sinta ansiedade, depressão ou os dois, seu terapeuta pode te ajudar a criar um modo para você lidar com essas situações no decorrer do tempo. Isso pode significar mais sessões de terapia, um grupo de apoio, psicoeducação ou medicação e tratamento com um psiquiatra em conjunto com a terapia.

Independentemente dos próximos passos que você dê, é importante lembrar que as pessoas vivenciam a ansiedade e a depressão de maneiras diferentes. Nem sempre é necessário conhecer todas as causas de um problema de saúde mental para tratá-lo. Mas vale classificar ou identificar uma dificuldade, especialmente uma dificuldade raiz, assim pode ajudar a conter as sensações  de ansiedade. 

Qualquer tipo de ajuda para a melhoria da sua saúde mental sempre será bem vinda. Entre em contato com a nossa equipe de atendimento pois estaremos de prontidão para atendê-lo.

 

Call Now Button