Ajude seu filho a evitar as drogas

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Se você ainda não conversou com seus filhos sobre drogas, agora é a oportunidade perfeita.

Conversas sobre drogas podem ser intimidantes para os pais. Então dessa forma, decidimos listar algumas dicas que podem facilitar a conversa com seus filhos, a entenderem de fato que precisam ficar longe das drogas.

Aqui estão algumas dicas que você pode ter em mente para ter uma conversa útil, respeitosa e produtiva com seus filhos sobre drogas.

Comece a conversa quando eles forem jovens 

Nunca é muito cedo para falar com as crianças sobre o uso de drogas. Quando uma criança em idade pré-escolar precisar de remédios, explique como só é seguro tomar remédios da mãe, do pai ou de um cuidador de confiança e como você mede cuidadosamente a quantidade a dar a ele para saber que é seguro. 

Você também deve conversar com as crianças sobre os perigos de pegar itens desconhecidos de outra pessoa.

À medida que seus filhos crescerem, mude essa conversa para tópicos mais adequados à idade. 

Fale sobre as drogas como um problema de saúde

Pesquisas na área mostraram que quando os pais falam com os filhos sobre drogas, como um problema de saúde, eles são mais receptivos a ouvir o que os pais estão dizendo. 

Falar sobre como as drogas afetam a saúde, também pode tirar a vergonha e o peso da conversa. Ele dá às crianças uma razão e uma explicação concretas por que as drogas não são saudáveis ​​e os efeitos colaterais que podem ter em nossos corpos.

Ensine-os a dizer não 

Dizer às crianças que elas deveriam “apenas dizer não” não vai longe o suficiente. Pode ser difícil enfrentar os amigos e resistir à pressão dos colegas. 

Quando você conversar com crianças sobre drogas, ensine-os algumas maneiras de dizer “não” aos amigos quando lhes oferecerem drogas ou álcool, como:

“Desculpe, mas meus pais me matariam.”

“Não, obrigado.”

“Obrigado, não quero.”

“Eu não posso. ”

“Essas coisas me deixam com sono.”

Já que pode ficar mais difícil cada vez que um adolescente tem que dizer não a um amigo, ensine-o a dizer não várias vezes. Faça a dramatização de algumas situações para lhes dar prática e deixá-los à vontade com suas respostas. Eles podem parecer envergonhados de praticar com você, mas isso pode fazer com que se sintam preparados.

Crie um “plano X” 

Todos nós podemos lembrar de situações em que quando éramos adolescentes nos sentimos desconfortáveis ​​e desejando ter uma saída fácil de alguma situação. 

O conselho viral de um pai sobre a criação de um plano X com seu filho adolescente pode dar a seu filho exatamente isso, uma saída de uma situação insegura.

Conquiste a confiança de seus filhos 

O estabelecimento de confiança entre pais e filhos começa muito antes de a frase “drogas” ou “álcool” ser sequer mencionada. Demonstre escuta ativa, empatia e uma abordagem sem julgamentos ao falar com seus filhos, e você pode preparar o caminho para um diálogo aberto e honesto sobre as conversas “difíceis” como drogas e álcool. 

Também é um exemplo de ótimo comportamento para seus filhos e mostra que você espera a mesma cortesia e respeito quando eles o ouvem.

Estabeleça limites e expectativas claras 

Outra etapa que começa muito antes de ensinar às crianças como evitar as drogas é estabelecer limites, expectativas e consequências claras. Quando chegar a hora de falar sobre drogas e álcool, diga a eles por que você não quer que eles usem drogas, como isso afeta a saúde deles e o que acontecerá se forem pegos abusando de drogas e álcool. 

Quando estiverem no ensino fundamental ou médio, eles devem saber que você tem grandes expectativas em relação ao comportamento deles e as consequências claras se não seguirem suas regras.

Resolva problemas ou preocupações imediatamente 

Se você acredita que seu filho foi exposto a drogas ou álcool, resolva o problema imediatamente. Seja aberto e não confrontador e deixe-os saber que você está preocupado.

Isso pode ser antes de eles irem para a primeira festa, se você suspeitar de escolhas erradas anteriores ou quando apenas quiser continuar a conversa sobre drogas e álcool.

Desenvolva resiliência emocional

As pesquisas mostram que as crianças que têm dificuldade em controlar suas emoções ou têm problemas de saúde mental são mais propensas a recorrer às drogas e ao álcool. 

Comece a ensiná-los desde cedo como controlar suas emoções e construir fortes laços emocionais. Uma das maneiras mais fáceis de fazer isso é com um jantar em família. 

Continue a conversa

Falar sobre drogas ou álcool é uma conversa que continua acontecendo, uma conversa que continua à medida que as crianças avançam na escola e na adolescência. Continue verificando com seus filhos para ter certeza de que eles não têm quaisquer preocupações ou perguntas. 

Converse com eles no carro, ao preparar o jantar ou passear. Certifique-se de permanecer positivo e não confrontador para um diálogo aberto e honesto.

Com certeza utilizando essas dicas, seus filhos vão sempre ficar longe das drogas e assim poderem aproveitar ao máximo o que a vida pode proporcionar a eles.

 

Call Now Button